R1 Soluções Audiovisuais

Reconhecimento facial: como funciona?

avatar

Postado por Paulo Amorim - 11 Dezembro, 2018

Reconhecimento facial: como funciona?

O reconhecimento facial deixou de ser algo do futuro e se transformou em algo comum ao nosso cotidiano. Presente nos celulares e nas câmeras digitais, agora se tornou possível desbloquear aparelhos e fazer disparos fotográficos apenas olhando para as lentes.

O mais incrível é que essa nova tecnologia já transformou também o universo dos eventos. Hoje, o reconhecimento facial pode ser considerado o recurso mais avançado usado na segurança de eventos.

Como funciona o reconhecimento facial?

O rosto humano, apesar de ter suas diferenciações de acordo com cada pessoa, possui uma composição básica que não se altera com o passar do tempo. Essas características, como distância entre os olhos, o comprimento do nariz, a boca, bochechas e queixo, por exemplo, são lidas por câmeras e registrada em softwares específicos.

Com o uso de algoritmos, é criado um mapa facial do usuário que, ao ser escaneado, é capaz de reconhecer o emparelhamento das características independente da posição que a pessoa estiver. De forma mais simples, o reconhecimento facial é capaz de detectar um rosto em formas geométricas e logarítmicas e então montá-lo como como um quebra-cabeça.

Para utilizar essa tecnologia, o primeiro passo é identificar, através de uma câmera, a maior quantidade de pontos específicos de uma pessoa, limitando, assim, o formato da face e o espaço ocupado por ela. Com isso, é possível identificar alguém em poucos segundos, abrindo possibilidades no monitoramento de públicos, geração de senhas, entre outros.

Como aplicar o reconhecimento facial em eventos?

O recurso do reconhecimento facial tem ganhado grande destaque no espectro da segurança de eventos. Sua alta tecnologia permite o registro de uma grande quantidade de informações em um espaço reduzido, assim como oferece um processamento rápido e ágil: ideal para ocasiões com um grande fluxo de pessoas.

Ao contratar uma empresa para fazer a segurança via reconhecimento facial em seu evento, o primeiro passo será fazer uma lista fotográfica de todos os participantes que irão realizar algum tipo de check-in. Assim, será possível criar o match perfeito entre a pessoa física e o mapa virtual.

No dia da programação, totens digitais são posicionados na entrada do evento para que, cada novo convidado que chegue, seja fotografado e identificado. Então, uma credencial será impressa com as informações definidas previamente e ele está liberado para aproveitar o roteiro de atividades.

Por que usar reconhecimento facial no seu evento?

Um dos principais objetivos da inovação tecnológica é oferecer cada vez mais ferramentas para facilitar processos e eliminar etapas. No caso do reconhecimento facial, posicionar totens digitais evitará a formação de grandes filas de pessoas no momento de credenciar os participantes.

Uma vez que as informações de cada convidado já estarão cadastradas em um sistema, ao chegar no local só será necessário a retirada da credencial; o software fará um reconhecimento da pessoa e suas informações serão levantadas em questão de segundos.

Além da segurança extra que só um sistema tecnológico é capaz de oferecer, poucos totens substituem uma quantidade considerável de pessoas que irão compor o staff do seu evento. Com isso, você poderá ter um controle maior de quem irá trabalhar no local, assim como fará uma economia na conta final.

Assim, o reconhecimento facial tem se mostrado um recurso interessantíssimo no universo dos eventos. Não só ele oferece uma agilidade maior à processos corriqueiros – e necessários –, como também garantem uma precisão que apenas um software é capaz de oferecer.

Inovação - R1Chega de mesmice!
Faça ações inovadoras no seu estande.

Quero o ebook

Posts recentes

Como a iluminação pode influenciar no sucesso do seu evento?

Leia mais

Como obter a melhor sonorização para o seu evento

Leia mais

As vantagens de alugar ao invés de comprar equipamentos audiovisuais

Leia mais